Typhlodromus pyri Scheuten (Acari: Phytoseiidae) é o mais importante predador de Panonychus ulmi (Koch) (Acari: Tetranychidae) em pomares e vinhas. Recentemente, descobriu-se que as fêmeas adultas de T. pyri causam cicatrizes microscópicas nas folhas de maçã. Os presentes experimentos de laboratório foram realizados para confirmar a produção de cicatrizes nas folhas de maçã e avaliar se as fêmeas também causam cicatrizes nos frutos. A produção de cicatrizes em folhas de maçã e/ou frutos foi investigada sob várias condições nutricionais: sem alimento, pólen de pinheiro silvestre (Pinus sylvsestris L.) apenas, ninfas de P. ulmi apenas e pólen + presa. Tanto nas folhas quanto nos frutos, oferecidos isoladamente ou em combinação, as cicatrizes de alimentação foram produzidas em todas as condições nutricionais, mas principalmente no tratamento “sem alimentos”. Os predadores consumiram significativamente mais P. ninfas ulmi quando oferecidas sozinhas do que quando oferecidas em combinação com pólen. T. pyri colocou ovos sob todas as condições nutricionais, mas principalmente no tratamento ‘pólen + presa’ e menos quando nenhum alimento foi oferecido. As fêmeas de T. pyri causaram cicatrizes nas folhas e nos frutos quando oferecidas simultaneamente, mas mais nas folhas do que nos frutos. As cicatrizes também eram maiores nas folhas do que nas frutas em todos os experimentos. T. pyri sobreviveu e se reproduziu em material vegetal na ausência de outras fontes alimentares. Se as cicatrizes produzidas nas folhas e frutos prejudicam a qualidade dos frutos ou o Rendimento da maçã não podem ser concluídas a partir dos presentes experimentos.