a casca é a parte externa de algo, aplicando – se à porção externa dos troncos e raízes das árvores e plantas (ritidomas). Também se fala de crosta do pão (a parte dura que o cobre) ou da crosta cérebro por exemplo; e também por extensão, aplica-se a coisas imateriais, como quando se diz “a dureza da vida o fez se esconder atrás de uma crosta de indiferença”, usando-o como sinônimo de casca.

a crosta terrestre é uma fina camada de rocha, a mais externa e sólida do planeta, formada por camadas, com uma espessura de entre 6 e 70 quilômetros, e encontra-se coberta por sedimentos. Também é conhecida como sial, por ser constituída fundamentalmente por silício e alumínio. Abaixo da crosta terrestre encontra-se o manto.

a crosta oceânica é coberta pelo mar. A crosta continental é a terra firme, que se torna mais espessa em áreas montanhosas, que se formam quando as placas que formam a crosta terrestre são empurradas para cima ao colidir entre elas. Nos locais das montanhas, a crosta pode atingir até 100 quilômetros. Quando afundam, formam falhas.

em Biologia, O córtex cerebral cobre os hemisférios cerebrais e é formado por tecido nervoso. Apresenta alongadas e sinuosas proeminências, chamadas circunvoluções, onde as cisuras ou sulcos profundos, se encarregam de separá-las.

em Botânica a casca das árvores e plantas é a que cobre a madeira para fins de proteção, sobretudo das variantes térmicas e do ataque de agentes externos como insetos ou parasitas. É usado para obter fertilizantes orgânicos.